Search

Pacientes Pós-Covid-19 precisam de acompanhamento fonoaudiológico

Pacientes graves da Covid-19 e que foram intubados podem desenvolver distúrbio de deglutição pós internação.




Entre os pacientes internados com Covid-19, uma parte necessita de entubação, permanecendo de 10 a 14 dias entubados, respirando por meio de ventilação mecânica. Com a recuperação, e retirada do tubo orotraqueal (extubação), alguns pacientes podem evoluir para um distúrbio da deglutição. Com o quadro estabilizado, ainda no hospital, passam por avaliação fonoaudiológica, no entanto nem todos os pacientes têm uma recuperação completa necessitando de acompanhamento com fonoaudiólogo pós alta hospitalar.


De acordo com a fonoaudióloga responsável pelo Serviço de Fonoaudiologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (HCFMB), Dr.ª Priscila Watson Ribeiro, já há relatos significativos de casos de disfagia (dificuldade para engolir) e disfonia (popularmente chamada de rouquidão) adquiridos pós-coronavírus. “A gravidade das alterações de deglutição nos casos de COVID-19 pode apresentar variações e estar relacionada a diferentes fatores, como: sedação, intubação prolongada, fraqueza adquirida na UTI e possíveis manifestações neurológicas”.

As sequelas estão sendo estudadas e observadas e recebeu o nome de Síndrome Pós-Covid-19 que inclui fraqueza muscular e respiratória, fadiga e alterações de sensibilidade.




Síndrome pós-Covid-19


No Brasil alguns hospitais e universidades estão fazendo o acompanhamento de pacientes que apresentam sintomas da Síndrome Pós-Covid-19 e, suas sequelas precisam de acompanhamento multidisciplinar de fonoaudiologia, psicológica, nutrição entre outros dependendo do caso.




Funções afetadas pela Covid-19


Engasgos e aspiração de alimentos: Nos casos de intubação prolongada, somado ao uso de algumas medicações, os impactos na deglutição podem ser significativos, trazendo importante redução da sensibilidade e da força das estruturas envolvidas com a habilidade de engolir e, consequentemente, levando a engasgos e aspirações de alimento.


Por esse motivo é importante fazer uma avaliação fonoaudiológica especializada, para identificar os possíveis riscos e a necessidade de fonoterapia, antes de iniciar a alimentação e/ou medicação via oral.


Comunicação e fala: Outra função afetada pela intubação em decorrência da Covid-19 é a voz, a falta de uso da musculatura das pregas vocais durante o período de internação pode causar lesões e alterações na qualidade e intensidade vocal comprometendo a comunicação.




Quando procurar um fonoaudiólogo?


Um dos sintomas mais característicos da Covid-19 é a alteração respiratória, que pode impactar na alimentação e na comunicação, pois essas funções precisam do trabalho em conjunto entre a respiração, deglutição e fala.


Mesmo os pacientes que desenvolveram formas mais leves da doença podem desenvolver a síndrome. Se você sente que existe algo de errado com essas funções, pós infecção por Covid-19, procure um fonoaudiólogo para fazer uma avaliação.


O Centro Auditivo Estilo de Vida está atendendo casos Pós-Covid-19.


Entre em contato e agende a sua consulta.

Telefone ou Whatsapp pelo número 11 4702.6262







Recent Posts

See All